Como salvar o casamento depois de uma traição

 

Salvar o casamento depois de uma traição não é fácil.  Algumas mulheres tomam a decisão de separar do cônjuge imediatamente, pois não acreditam mais no amor dele. Outras talvez, motivadas pelo arrependimento sincero do companheiro , resolvem lhe dar uma nova chance.

O processo de restauração pode ser doloroso. Se você optar por dar uma segunda chance ao seu relacionamento, deve estar preparada para enfrentar isso de cabeça erguida.

Não significa que seu casamento não possa ser restaurado. Pode sim, claro! Mas não vai ser da noite para o dia.

O primeiro passo é fazer uma reavaliação do seu relacionamento

Sei que nesse primeiro momento é difícil pensar com clareza, mas você precisa e deve fazer isso. Coloque na balança tudo que  já viveu com essa pessoa, vale a pena, continuar com isso?

Se após fazer essa analise você ainda estiver disposta a lutar pelo seu relacionamento eu posso te ajudar, leia esse artigo, ele vai te direcionar na sua decisão de salvar seu casamento e restaurar o que foi quebrado.

 

A primeira coisa que precisa fazer é restaurar  a si mesma.

Nessa fase você  deve  compreender que  a pessoa mais importante da sua vida é você mesma.  Antes de pensar em restaurar  seu casamento deve se preocupar em restaurar a si própria.

Chore! Não tenha vergonha de extravasar sua dor, chore até não ter mais lagrimas para chorar! Desabafe, você precisa disso, nesse primeiro momento, vai fazê-la  se sentir melhor. Secaram- se as lagrimas? Vamos para o segundo passo:

Pense comigo, você foi traída, está arrasada, sentindo-se humilhada, injustiçada, fragilizada com toda essa situação, já chega de sofrimento, mulher! Está na hora de dar a volta por cima! Mais do que nunca, esse é o momento de pensar em você.

Lembrando que o comportamento de infidelidade de seu marido não é culpa sua. Livre-se de pensamentos como “se eu tivesse feito isso”, se eu tivesse feito aquilo”…Não vale a pena ficar se culpando, se auto condenando, acredite!

Encontre forças dentro de si mesma.

É meio irônico dizer isso, mas você tem que ser forte  e encarar isso como uma experiência de vida, concentre suas energias em fazer coisas agradáveis e evite ficar chorando pelos cantos.

Uma mulher com a auto estima elevada é capaz de tomar as decisões acertadas sobre sua própria vida. Invista na aparência, trabalhe com afinco, evite ficar sozinha, saia com as amigas, mantenha-se ocupada.

 

Encontre a raiz do problema

O caso extraconjugal é um sintoma de que o relacionamento  já não estava bem. Aos invés de ficar procurando o culpado, concentre suas energias em  encontrar o x da questão. O causador do problema, a raiz dele, só então poderá erradicar o mal.

Seja honesta consigo mesma e procure entender o que motivou a fazer isso. Uma analise minuciosa da convivência de vocês deve ser feita para encontrar possíveis problemas que possam ter contribuído para essa situação ter chegado a esse ponto.

 

Não tente se enganar

A traição aconteceu,  algo foi quebrado,  fingir que as coisas podem ser como antes é perca de tempo e quanto mais cedo você aceitar isso, melhor.

Encarar o fato de que houve uma quebra, mas que pode ser consertada é melhor do que tentar fingir que está tudo bem.

Não aceite mais segredos

Naturalmente, muitas duvidas vão surgir e vocês precisam esclarecer a todas elas. Com honestidade e uma comunicação sem segredos. Isso é fundamental para que a confiança seja restaurada. Pergunte tudo, não fique com receio de saber os detalhes. Tentar esclarecer o que aconteceu, fará com que ambos compreendam melhor um ao outro.

Lembre-se, a decisão é sua.

Não aceite objeções de familiares ou amigos, a dor é sua você quem foi traída, logo apenas você pode tomar a decisão certa para sua vida. Na verdade um dos maiores erros nesse caso é confiar em qualquer  pessoa.

Se precisar desabafar, procure alguém que você saiba que esta preparado para encarar essa situação ao seu lado. Peça para que respeite sua decisão. Mas não se intrometa na decisão que você venha a tomar. 

Salvar o casamento depois de uma traição só é possível  através do perdão.

Amiga, entenda uma coisa, isso só vai dar certo se você  perdoar seu marido, mas preste bem atenção, dizer que perdoou porque aceitou ele de volta em casa, não significa que você perdoou de fato. O perdão não desfaz a traição, muito menos trás o esquecimento, você vai lembrar e vai doer por muito tempo, até a ferida cicatrizar.

Até que isso aconteça, é necessário que haja uma vontade profunda da sua parte em perdoar, pois você decidiu continuar essa relação. A capacidade de perdoar é a única forma de livrar-se da raiva e do ressentimento.

Bem se você chegou até aqui é porque realmente está disposta a lutar.   Se você se comprometer a aplicar no seu casamento, tudo que te mostrei nesse artigo, tenho certeza que vai conseguir salvar seu relacionamento. Como eu disse no inicio do texto, não é fácil. Mas vale muito a pena.

Um abraço e até o próximo post.

 

 

21 thoughts on “Como salvar o casamento depois de uma traição

  1. Parabéns por abordar um tema tão complexo, desta forma agradável, independente da decisão de um casal após um fato deste a inteligência emocional conta muito.

  2. Oi!!
    Perdoar uma traição nunca é fácil, pois aquela confiança quebrada jamais será a mesma. Eu sinceramente não perdoaria…
    Bjo

  3. Realmente essa é uma decisão muito complicada… perdoar e continuar com o marido depois de uma traição tem que ter muita coragem e realmente, passar por cima de muita coisa,incluindo opinião familiar…
    Por mais que eles queiram nos ajudar, às veses surte até o efeito contrário e arrependimento… :/
    Bjks!

    http://mundinhodahanna.blogspot.com

  4. Quando a mulher sofre uma traição é como se fosse um choque que ela toma, ser traída realmente não é fácil. Mas aí ela tem que pensar muito antes de pedir a separação, pedir uma direção a Deus. O casamento não pode ser acabado assim, acho que a mulher precisa tentar salvar o casamento mesmo que tenha sido traída. Mas isso é uma coisa de cada um, na verdade não tem como opinar sobre esse tema que é muito difícil, bjs.

    1. É verdade Lucimar,depende muito do relacionamento, em alguns casos, a traição é a gota d’água e a separação é inevitável, mas em outros casos vale a pena tentar resgatar, pedir a Deus que ajude a perdoar. Eu conheço casais que conseguiram dar a volta por cima e hoje são muito felizes.Bj

  5. Esse assunto é muito sério e achei ótimo seu texto e suas recomendações. Aconteceu com uma parente e ela acabou perdoando o marido, só que volta e meia relembra o acontecimento. Tenho minhas dúvidas se o perdão foi sincero!
    Bjs!

    1. Olá Cidália! Que bom que gostou! Bom quanto ao fato da pessoa perdoar e continuar relembrando, isso é normal. O perdão não trás o esquecimento mas cura a ferida. É como uma cicatriz, você lembra o que causou a ferida mas quando toca nela, não dói mais, entendeu?Bj

  6. Apesar de ler e reler seu ótimo texto, acredito que não eu teria como perdoar uma traição, posso a ter alguns anos após o fato ser colega da pessoa, mas perdoar, não

    Bjs (•_•)

Comments are closed.